Programa Brasil Mais quer aumentar digitalização de pequenos negócios


As micro e pequenas empresas terão à disposição ferramentas para se digitalizar e ajuda para desenvolver projetos de tecnologia 4.0. A Secretaria Especial de Produtividade e Competitividade do Ministério da Economia lançou hoje (27) duas modalidades do Programa Brasil Mais, que pretende melhorar a competitividade das empresas brasileiras.

Chamada de Transformação Digital, a primeira modalidade consiste na adoção de ferramentas plug and play (com reconhecimento e instalação automática pelo computador) de baixo custo por um pequeno negócio para resolver problemas previamente diagnosticados decorrentes da falta de digitalização. O processo terá acompanhamento técnico do Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae).

A segunda nova modalidade, Smart Factory, é destinada às indústrias de micro, pequeno e médio porte. O processo prevê a seleção de projetos de pesquisa, desenvolvimento e inovação pelo Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial (Senai). Os projetos deverão seguir a tecnologia 4.0, que prevê a melhoria de processos industriais e o aumento de produtividade decorrente da modernização.

Além do Senai, o Smart Factory terá o apoio do Ministério da Economia, da Agência Brasileira de Desenvolvimento Industrial (ABDI) e do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES).
Ampliação

Com a ampliação, o Programa Brasil Mais passa a contar com três modalidades de atendimento. Até agora, o programa era estruturado no Brasil Mais Produtividade, que tem 90 mil empresas atendidas ou em atendimento desde que foi lançado, no primeiro semestre de 2020.

O Brasil Mais Produtividade é dividido em dois eixos: um com apoio do Sebrae e outro com apoio do Senai. O eixo do Sebrae prevê consultorias de inovação e de melhorias de práticas gerenciais, para aumentar o faturamento e reduzir custo de micro e pequenas empresas. O pequeno negócio não paga nada.

O eixo do Senai é voltado para a aplicação de princípios de manufatura enxuta a indústrias de até 499 funcionários. Os atendimentos são feitos pela entidade a um custo de R$2,4 milhões para a empresa.

 

Fonte: AgênciaBrasil | 28/06/2022

Moedas - 15/08/2022 16:19:16
  • Nome
  • Compra
  • Venda
  • Comercial
  • 5,097
  • 5,097
  • Paralelo
  • 4,950
  • 5,470
  • Turismo
  • 4,970
  • 5,270
  • Euro
  • 5,176
  • 5,179
  • Iene
  • 0,038
  • 0,038
  • Franco
  • 5,381
  • 5,385
  • Libra
  • 6,142
  • 6,146
  • Ouro
  • 294,550
  •  
Mensal - 20/07/2022
  • Índices
  • mai/22
  • jun/22
  • Inpc/Ibge
  • 0,45
  • 0,62
  • Ipc/Fipe
  • 0,42
  • 0,28
  • Ipc/Fgv
  • 0,50
  • 0,67
  • Igp-m/Fgv
  • 0,52
  • 0,59
  • Igp-di/Fgv
  • 0,69
  • 0,67
  • Selic
  • 1,03
  • 1,02
  • Poupança
  • 0,67
  • 0,66
  • TJLP
  • 6,82
  • 7,01
  • TR
  • 0,17
  • 0,16
  • 15/Agosto/2022 – 2ª Feira.
  • 15/Agosto/2022 – 2ª Feira.
  • 15/Agosto/2022 – 2ª feira.
  • 15/Agosto/2022 – 2ª feira.
  • 15/Agosto/2022 – 2ª feira.
  • 15/Agosto/2022 - 2ª feira.
  • 15/Agosto/2022 – 2ª Feira.
  • 15/Agosto/2022 – 2ª Feira.
  • 15/Agosto/2022 - 2ª feira.
  • IRRF | Imposto de Renda Retido na Fonte.
  • IOF | Imposto sobre Operações Financeiras.
  • CIDE | Contribuição de Intervenção no Domínio Econômico.
  • COFINS/PIS-PASEP | Retenção na Fonte – Autopeças.
  • Escrituração Fiscal Digital de Retenções e Outras Informações Fiscais (EFD-Reinf)
  • Declaração de Débitos e Créditos Tributários Federais Previdenciários e de Outras Entidades e Fundos (DCTFWeb)
  • INSS | Previdência Social.
  • ICMS | Transmissão Eletrônica de documentos fiscais emitidos em via única.
  • ICMS / REDF | Registro Eletrônico de Documento Fiscal (REDF).
  • ICMS.
  • ICMS | Operações ou prestações destinadas a não contribuinte.
  • ICMS/DAPI 1 | Declaração de Apuração e Informação do ICMS (Dapi 1).
  • ICMS | Usuário de sistema de processamento eletrônico de dados.
  • ICMS/EFD | Escrituração Fiscal Digital (EFD).
  • ICMS | Contribuinte com atividade econômica de laticínio, quando preponderar à saída de queijo; requeijão, manteiga, leite em estado natural ou pasteurizado, ou leite (UAT) UHT; cooperativa de produtores de leite.
  • ICMS | Contribuinte com atividade econômica venda de café cru em grão, realizada em Bolsa de Mercadorias ou de Cereais pelo Ministério da Agricultura e do Abastecimento com intermediação do Banco do Brasil.
  • ICMS | Diferencial de alíquotas nas operações interestaduais para consumidor ou tomador não contribuinte.
  • ICMS | Regime Normal | Contribuintes listados pela Sefaz - Imposto Complementar.
  • ICMS | Substituição Tributária.
  • ICMS | DAPE.
  • ICMS/Arquivo Magnético | Processamento de dados | Remessa de arquivo magnético.
  • ICMS | Combustíveis e afins.
  • ICMS | Serviços de comunicação.
  • ICMS | Diferencial de alíquotas | Parcela devida ao Paraná nas operações ou prestações que destinem bem, mercadoria ou serviços a consumidor final não contribuinte.
  • ICMS | Fecop | Diferencial de alíquotas devido em operação interestadual com bens destinados a consumidor final não contribuinte do ICMS localizado no Estado do Paraná até o dia 15 do mês subsequente ao das saídas.
  • ICMS | Substituição Tributária | Cimento.
  • ICMS | Refinarias de petróleo e suas bases.
  • ICMS | Administradoras de cartões de crédito, débito e similares.
  • ICMS | Guia de Informação e Apuração do ICMS (GIA).
  • ICMS | Operações e prestações.
  • ICMS | Substituição Tributária.
  • ICMS | Escrituração Fiscal Digital (EFD).
  • ICMS | Guia de Informação e Apuração do ICMS (GIA).
  • ICMS-GIA-BF | Guia de Informação e Apuração do ICMS Benefícios Fiscais (GIA-BF).
  • ICMS | DIFCON - Operações e prestações destinadas a consumidor final não contribuinte do ICMS.